Paralização de trens, ônibus fazem transporte de usuários da CPTM

Devido ao de incêndio que paralisou linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) na tarde deste sábado (6), em São Paulo, ônibus estão realizando o percurso de forma emergencial.
Princípio de incêndio para trens nas linhas da CPTM em São Paulo
Ao todo, 88 veículos foram mobilizados pelo Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) e estão realizando viagens entre as estações das linhas paralisadas.
Os ônibus estão atendendo as linhas 7-rubi (20 veículos), 10-turquesa (8), 8-diamante (20), 11-coral (20) e 12-safira (20).
De acordo coma a SPTrans (empresa que gerencia o transporte municipal), as viagens serão mantidas enquanto permanecer a paralisação na CPTM. A companhia não informou previsão de retorno do serviço.

Princípio de incêndio paralisa linhas da CPTM

 Ver em tamanho maior »
Joel Silva/Folhapress
Anterior Próxima
Passageiros aguardam ônibus em frente à estação Brás da CPTM, na região central Leia mais
INCÊNDIO
O incêndio interrompeu a circulação de trens nas seis linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) por volta das 13h de hoje. Apenas o trecho entre as estações Rio Grande da Serra e Tamanduateí, da linha 10-turquesa, continuam a operar.
Segundo a companhia, o princípio de incêndio ocorreu no nobreak do sistema de iluminação do prédio da CPTM, no Brás, no centro de São Paulo. Os bombeiros foram acionados e esvaziaram o prédio, que inclui o centro de controle de operações na companhia. Com isso, a circulação dos trens precisou ser interrompida.
Ao todo, quatro carros dos bombeiros foram encaminhados para o local e as equipes ainda trabalham no prédio por volta das 14h50, apesar de o fogo já ter sido extinto. Segundo a CPTM, não havia previsão de liberação do prédio e do retorno das operações.
As pessoas que estavam nos trens na hora do problema receberam bilhetes que valem tanto no metrô quanto no ônibus.
As linhas da CPTM são a 7-rubi, a 8-diamante, a 9-esmeralda, a 10-turquesa, a 11-coral e a 12-safira, e ligam a capital paulista a cidades da região metropolitana como Jundiaí, Itapevi e Francisco Morato.
Com o problema, algumas estações do Metrô registram lotação. Apesar disso, a assessoria do metrô afirmou que não há qualquer alteração nas composições da empresa, mas os acessos do metrô à CPTM estão fechados.
Na Barra Funda, na região central, os passageiros questionavam os seguranças que bloqueiam o acesso à CPTM sobre o motivo da paralisação. No lado externo, os pontos de ônibus tem filas incomuns para o sábado.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1258611-apos-paralizacao-de-trens-onibus-fazem-transporte-de-usuarios-da-cptm.shtml

Comentários