São Paulo a Cidade que queremos

SP 2040

Vale do Anhangabaú

Vale do Anhangabaú — Foto: Jefferson Pancieri / SPTuris

O Plano SP2040 é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo, liderada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, e tem o apoio de uma equipe técnica de especialistas por meio da Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo. Seu objetivo é construir uma Visão Estratégica de longo prazo para o município de São Paulo, com análises e proposições focando um horizonte temporal para o ano de 2040 e terá objetivos intermediários para 2025.

Com isso, o Plano oferecerá uma referência para o poder público, cidadãos, empresas e organizações trabalharem juntos para transformar a cidade nas próximas décadas. É um plano para integrar políticas públicas, reforçar sinergias entre planos setoriais, atrair investimentos, para promover parcerias, enfim envolver todos, trabalhando na mesma direção e, assim, transformar a cidade nas próximas décadas.

O seu objetivo é orientar uma ampla transformação da cidade, apontando para novas formas de organização social, econômica, urbana e ambiental, que se reflitam em melhores condições de vida para a população da Cidade. Procura, ainda, indicar caminhos para São Paulo reforçar a sua presença no contexto das grandes cidades mundiais, através do aprofundamento das funções de articulação entre a economia a brasileira e a economia internacional.

Para tanto, o Plano oferece um referencial geral a partir do estabelecimento de uma Visão do Futuro Desejado para a cidade, ao mesmo tempo em que contribui para integrar, articular e reforçar as sinergias existentes entre as decisões setoriais e os diversos instrumentos de planejamento: Planos Diretores, Planos Plurianuais, Orçamentos e diferentes Planos Setoriais. Constitui-se, assim, em um instrumento precioso para criar consensos e definir diretrizes que perpassem governos e que sejam compartilhados com a sociedade.

O Plano segue dois princípios:

  1. É Estratégico, pois prioriza e privilegia as grandes diretrizes consensuais, objetivos abrangentes e projetos que possuem efeitos irradiadores sobre os diversos setores e que servem como catalisadores do desenvolvimento da cidade; e
  2. É Territorial, pois privilegia o espaço de vida dos cidadãos, como expressão que articula as diferentes dimensões das políticas públicas, sejam elas sociais, econômicas, ambientais, culturais etc.

E conta com 5 Eixos Estratégicos, cada um abrangendo um leque diferente de questões essenciais para o desenvolvimento da cidade. Os Eixos são:

Na Visão de Futuro, construída em conjunto com a Sociedade e tendo as análises do seleto time de especialistas como parâmetro, São Paulo logra alcançar um modelo de crescimento que conjuga crescimento econômico, com (i) redução das desigualdades sociais, territoriais e de oportunidade; (ii) inclusão social; e (iii) sustentabilidade ambiental.

São Paulo consolida-se como centro global de negócios e inovação, sendo capaz de atrair e reter investimentos, atividades econômicas e mão de obra qualificada. Orienta sua economia para ativadas de baixo carbono e intensivas em conhecimento, criatividade, tecnologia e inovação, como energia alternativa, ciências da vida e saúde humana, finanças, negócios em geral e turismo médico, de negócios e cultural. E mantém-se como polo comercial e logístico regional, com investimentos na infraestrutura globalmente competitiva.

Fonte: http://sp2040.net.br/sp2040/

Comentários