Itaquera, Copa 2014 e a necessidade de desenvolvimento da Zona Leste

Arena de Itaquera

Ante a necessidade de desenvolvimento da Zona Leste, a iminente escolha da cidade de São Paulo, a partir de critérios técnicos mais rigorosos do que aqueles exigidos para os estádios que sediarão as demais partidas da Copa do Mundo, como local da partida de abertura desse evento esportivo internacional consubstancia oportunidade única para fomentar o desenvolvimento urbanístico e socioeconômico da região. Isso porque a realização da partida de abertura da Copa do Mundo de Futebol de 2014 traz para o Município, como um todo, e para a Zona Leste, em especial, uma série de benefícios econômico-sociais, maiores do que aqueles verificados pela realização dos demais jogos.

Dessa forma, com a construção do Estádio, pretende-se repetir, na Zona Leste, um movimento já observado em outras regiões do Município (como nos casos das Operações Urbanas Água Espraiada e Faria Lima), nas quais foram criados novos polos econômicos e de serviços. Ademais, a construção da Arena de Itaquera possibilitará a implantação de medidas em prol da população menos favorecida da região, trazendo repercussões sociais importantes.

O fato do Estádio escolhido pela FIFA para sediar a partida de abertura da Copa do Mundo de Futebol de 2014 vir a se localizar na Zona Leste proporcionará a São Paulo a oportunidade única de conciliar os interesses de incremento de receitas públicas derivadas da arrecadação de tributos municipais e da maior inserção da Cidade no cenário turístico mundial com o desenvolvimento urbano e sócio-econômico da região menos favorecida do Município.

Estudos realizados sobre a viabilidade econômica do empreendimento a ser incentivado apontam resultados altamente favoráveis ao desenvolvimento econômico da Zona Leste e, conseqüentemente, à Cidade de São Paulo como um todo.

Lei de Incentivos Fiscais para construção da Arena de Itaquera

Estudos

Comentários